Mulher de máscara observando a janela

Como o crochê pode te ajudar na quarentena?

Olá, Crocheteira! Tudo bem?  

Atualmente presenciamos a abertura de diversos locais, de lojas a bares, e em muitos lugares parece que a “vida voltou ao normal”.  

Mas, a verdade é que precisamos manter o nosso #ficaemcasa sempre que possível, ainda mais agora.  

Se você quiser entender um pouco mais sobre a importância da quarentena nesse momento, dá uma olhadinha nessa matéria super completa.  

Mas, por mais que a quarentena ajude o mundo a passar por essa pandemia, não quer dizer que seja fácil estar vivendo esse momento. Constantemente sentimos estresse devido à fatores como: não saber quanto tempo irá durar, medo da infecção, tédio e mais tédio, incertezas sobre o futuro, solidão, além da falta de informações precisas.  

Mulher de máscara na janela
Foto: Freepik 

Essa situação de estarmos cercados de medos e com tempo de sobra, um tempo que nunca tivemos antes, gera diversos problemas ligados à nossa saúde mental. Alterações frequentes de humor, tristeza, solidão, ansiedade e até mesmo depressão, são algumas das dificuldades encontradas no período de quarentena e que serão ainda elevadas após a pandemia.  

Por isso, é importante que a gente se cuide, para manter a nossa mente e corpo em paz. Existem diversas saídas para amenizar todo esse estresse, mas não adianta colocarmos “X” dicas aqui do que fazer. Cada um é cada um, e nem sempre o que funciona para um, irá funcionar para o outro.  

Crochê na quarentena, o que tem a ver?

Mas, como você já deve saber, o crochê proporciona VÁRIOS benefícios para a nossa saúde, até fizemos um post falando sobre o assunto. Se antes o crochê já podia fazer a diferença na vida de tantas pessoas, hoje ele pode ser uma excelente alternativa para lidarmos com o inesperado.  

 

Se você pesquisar “crochê e quarentena” no Google, verá inúmeros resultados mostrando que o crochê tem sido um grande aliado de diversas pessoas durante esse período. Alguns exemplos: 

  1. Folha de S. Paulo: Mexer com linhas e agulhas vira terapia durante a quarentena;  
  1. Exame: Este hábito vai ajudar a encontrar motivação durante a quarentena;  
  1. Tribuna: Quarentena faz mais jovens buscarem tricô e crochê e tramas viram terapia;  
  1. Terra: Pesquisa revela redescobrimento das artes manuais durante a quarentena 

E muito mais! Notícias, depoimentos e histórias de vida transformadas pelo crochê durante a quarentena.  

Anne Galante crochetando na quarentena

Uma de nossas fundadoras, Anne Galante, fazendo crochê em sua casa! 

Benefícios para a saúde 

Nos adaptamos a uma nova realidade, mas é extremamente necessário mudar um pouco os hábitos/rotinas que estamos adquirindo, sair das nossas telas e nos conectarmos com algo feito manualmente pode ser uma ótima saída. Atividades manuais fazem com que os problemas do cotidiano sejam deixados de lado e você se concentre apenas naquele momento, te deixando muito mais leve durante o tempo de criação.   

E por falar em concentração, ser produtivo nas nossas atividades apenas estando em casa é um desafio e tanto, não é? E o crochê demanda concentração total a cada etapa, e é algo que você vai adquirindo até estar completamente imerso naquele momento. Um treino e tanto que faz você ser uma pessoa mais concentrada em diversas outras atividades da vida.  

Mas, se você acha que é apenas no momento da criação que estão os benefícios, não se engane! A prática do crochê libera o hormônio dopamina, responsável pela sensação de felicidade e prazer. Se não bastasse, ela reduz os hormônios que causam estresse. Então você termina de crochetar e está radiante para fazer o que quiser.  

Por esses, e vários outros motivos, o crochê ajuda no tratamento de ansiedade e depressão, por ser uma atividade que mantém o cérebro em atividade. Além de, diversas vezes, ser uma atividade que dá propósito de vida, principalmente para os idosos, ajudando também no combate à doença.   

Ou seja, é um hobby muito saudável para qualquer momento, mas especialmente agora.  

Vaso de plantas em crochê

Autoestima 

Em um momento que sentimos não ter controle de nada, é satisfatório fazer uma atividade que ao final rende a produção de produtos completos. Finalizamos com a sensação de dever cumprido, de orgulho e satisfação. Terminas uma peça e ficamos felizes com nós mesmos.  

Esse é um sentimento muito gostoso, o de ter algo feito algo com as suas mãos, seja uma cesta para decorar a sua casa, um acessório de vestuário novo ou até mesmo produtos para garantir uma renda extra. Tomamos controle da situação e criamos com as nossas mãos.  

Handmade é sustentável 

Outra forma de enxergar a atividade é voltar o nosso olhar para o mundo. Estamos vivendo a era da produção, da massificação e da obsolescência. Agora, as compras online tomaram um espaço que ainda não tinham, e o consumo continua de uma forma diferente.  

Não há como mantermos tais atitudes e esperarmos um mundo e uma produção consciente. E, ainda bem, que a preocupação com a pauta da sustentabilidade vem crescendo ao longo dos anos.  

E uma grande forma de nadar contra essa corrente consumista é se atendo a produção artesanal, colocar para fora os seus anseios, descobrir o seu estilo e pôr a mão na massa para diminuir o consumo de itens industrializados.  

Pensar de forma coletiva, principalmente em um momento que o mundo está doente, nos parece ser de grande ajuda para todos.  
 
Mesmo na quarentena, nunca foi tão A HORA de começar a se aventurar, ou se aprofundar mais no crochê.  

É até uma renda extra!  

Não importa como estejam as coisas na sua vida, o crochê é uma atividade prazerosa e que tem tudo para gerar um dinheiro extra para você.  

Todo mundo tem pelo menos uma peça com essa arte e a verdade é que a saída comercial de peças artesanais é ótima. E todo mundo pode ser seu cliente, basta sempre ter uma peça em mãos e perder a vergonha. Com poucas horas por dia, podemos conseguir uma renda de dois mil a três mil reais por mês. De forma leve, descontraída e prazerosa.  

E para quem quer viver da sua própria arte é totalmente possível também! A nossa artista Anne, por exemplo, vive assim desde os seus 22 anos e várias de suas alunas que começaram sem saber nada sobre crochê, hoje também podem viver das suas próprias criações.  

 

Com tantos benefícios para a nossa vida, o crochê nos ajuda a passar por essa quarentena de uma forma mais leve.

E você pode começar agora!  

Se despertou um desejo por aí, nós temos várias formas de te ajudar. O propósito da Escola de Artes Manuais é justamente alcançar cada vez mais pessoas e mostrar os benefícios e prazeres envolvidos nas artes do crochê e do tricô.  

Nós temos diversos materiais gratuitos, tanto aqui no blog, como no Instagram e no Youtube. Você encontra dicas, passo a passo para criar diversas peças e reflexões sobre o Universo das artes manuais.  

Não precisa saber nada, com a gente você aprende o que precisar! E pode começar a qualquer momento, afinal, precisamos apenas de linhas e agulhas para criarmos o que quisermos. Nesse post conversamos sobre alguns assuntos que são necessários para os iniciantes no crochê. Mas, você verá que não tem motivo para deixar para depois!  

Além disso, nós temos vários cursos online, assim facilitamos o acesso para todo mundo e você pode aprender no conforto da sua casa, mesmo agora.  

Tem curso para quem já sabe crochetar e quer aprender a realmente criar as suas peças, tem curso para criar acessórios de inverno e tem até curso com o passo a passo para criar várias cestas diferentes.  Desde a produção da sua primeira peça até a como divulgar o seu trabalho e aumentar as suas vendas. Se quiser saber tudo o que oferecemos por aqui, é só acessar a nossa página de cursos.  

E se você estiver precisando de material, aqui vai uma listinha de armarinhos online que entregam no conforto do seu lar, em qualquer lugar do Brasil:  

1- Loja de Crochê e Tricô da EAM –    

Vende os fios que são usados para a produção das peças de decoração da marca. Durante a quarentena, todo o site está com desconto de 30%;   

2- Bazar Horizonte –  

Vende tudo para tricô e crochê! Agulhas, todos os tipos de fios, marcadores e faz pompom;  

3- Armarinho São José –  

Também tem bastante variedade! Vale a pena fazer uma pesquisa de preço;  

Agora que você já tem todos os recursos, que tal se jogar nesse universo das linhas e agulhas? Temos certeza que o crochê será uma ótima companhia durante a sua quarentena.  

Pegue sua agulha e crochete-se com a gente! #agulhasativar 

Marcela Novaes, redatora da Escola de Artes Manuais.

Divulgue esse Artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

31 comentários em “Como o crochê pode te ajudar na quarentena?”

  1. Meus filhos dizem que “carrego pedra enquanto descanso”. Pois quando estou cansada me sento e faço crochê. As vezes costuro ou bordo, mas , o que me faz bem é o crochê . Esqueço todas as preocupações e dores.

  2. Ola boa tarde o croche tem me ajudado tenho um pouco de ansiedade ñ entendo muito fasso so o basico tipo passadeira e olho alguns trabalhos e copio os pontos faceis,isso tem me ajudado muito e o dinheiro que ganho compro mai materal pra faze pois estou desempregada estou amando este mundo de trabalhos manuais,obrigada por abrir este espaços pra nos que estamos começanso a aprende Deus te abençoe.

  3. Luzia Leite da Silva

    Amo fazer crochê. Tenho uma página no Instagramque é lu_amoremcroche e no face croche da lu Sao Vicente. Não vivo do croche mas para mim é uma terapia e qdo tenho encomendas eu faço com mto amor e carinho e dedicação. Faço tb para minha filha é para presentear.

  4. Adoro fazer amigurumi, sou nova no crochê, nunca tinha pegado numa agulha até a minha neta nascer… Estou tentando sair de uma crise de depressão… acho que o crochê vai ajudar.

  5. Bernadete Mesquita de santanna

    Eu sou filha de crocheteira porém só fazia para mim e filhas uma vez fiz um tapete e apresentei a uma colega ela mostrou a outra e aí comecei a vender e veio a pandemia eu parei fiquei sem saber o que fazer.que bom que te encontrei Anne me sintonizado.rss.Gratidao pela sua alegria que nos alegra.bjus.

      1. Elsa Maria dos Santos de Paula

        Obrigada pelas dicas, amei a lista de armarinhos, sou do grupo de risco e já estava cansada de procurar armarinho pra produzir algo nesses tempos de afastamento e não tinha encontrado nada…agora sim…Anne sua equipe é maravilhosa…obrigada!

      1. Escola de Artes Manuais

        Ainda não disponibilizamos, pois a aula é somente na semana que vem (14/09 a 20/09). Fique atenta ao grupo do WhatsApp, pois avisamos tudo por lá!

        Grande beijo! ❤

  6. Adelaide Flor Coimbra

    Olá, Anne Galante e equipe!
    Estou iniciando no crochê. Sempre via as mães e avós fazendo crochê. Hoje, entendo que, além de um belo trabalho é uma terapia e desenvolvimento da mente.E tbem uma alegria poder presentear as pessoas. E você Anne,bem um entusiasmo e alegria gigante e contagiante. Estou aguardando com alegria. Deus te abençoe! Gratidão pela generosidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Recentes