Trico ou crochê

Mas é tricô ou crochê? Entenda as diferenças

Todo mundo confunde!

Já perdemos as contas de quantas vezes já nos perguntaram “é crochê?” quando era tricô, ou vice-versa. 

Então, resolvemos fazer esse post para cessar, de uma vez por todas, essa dúvida milenar!

CROCHÊ e TRICÔ, o que são?

O crochê é uma arte manual criada há muitos anos… Dizem as boas línguas que foi desenvolvido na pré-história, mas o crochê como o conhecemos hoje vem do século 16.

Já a palavra crochê tem origem do francês “croc”, que significa gancho, o que já não deixa a gente errar na hora de escolher a agulha, já que essa, por sua vez, tem um ganchinho a ponta.

Um fato interessante sobre o crochê é que ele é sempre feito à mão, até hoje não existe uma máquina que seja capaz de reproduzir os pontos do crochê de forma tão perfeita como quando feitas manualmente.

E uma coisa muito importante: no crochê só usamos uma agulha, como nas imagens acima.

O tricô foi desenvolvido no Egito e as primeiras peças foram descobertas em 1200 d.C.

Naquela época, a peças eram tecidas com a ajuda de ossos e madeira. O tricô é uma técnica para entrelaçar os fios, criando um pano com textura e elasticidade únicas.

Apesar de ser uma arte manual, o tricô pode ser feito através de máquinas próprias, que resultam em um tecido bastante semelhante ao da malha tecida manualmente.

Diferentemente do crochê, no tricô usamos duas agulhas, como nas imagens abaixo.

CROCHÊ ≠ TRICÔ

Depois deste resumo básico, bem básico mesmo, sobre essas técnicas que somos apaixonadas, você nunca mais vai se confundir!

Se você encontrar uma pessoa na rua fazendo uma peça manual, basta observar quantas agulhas ela está usando: se for apenas uma agulha, a pessoa está crochetando. Se forem duas agulhas, a pessoa está tricotando.

Essa é uma forma bem simples de diferenciar!

Legal, né?

Compartilha o link desse post com aquela pessoa que você adora, mas que ainda não entende essa diferença!

Você já segue a Escola de Artes Manuais nas redes sociais? Se não, aproveite! Todo dia tem conteúdo novo para você! Estamos no Instagram e no Facebook.

#AGULHASATIVAR

Divulgue esse Artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

9 comentários em “Mas é tricô ou crochê? Entenda as diferenças”

  1. Gostei explicação bem detalhada eu sempre gostei mais de tricô qdo era mocinha naquela época achava que o tricô tinha mais variedade do que o crochê eram poucas alternativas em relação a barbantes só conhecia o cru depois de mais de 30 anos me encantei com o crochê novamente vi que tinha muita técnica nova e varia possibilidades faz 4 anos que voltei a fazer crochê na verdade estou aprendendo tido de novo!
    Obrigada de coração por se disponibilizar a ensinar e dividir seus conhecimentos.
    Bjs

  2. Olá! vocês tem algum curso de tricô pra aprendermos? recentemente comprei o curso do cachepô, nunca tinha feito nada em crochê e ameiiiii. Gostaria muito de aprender a técnica do tricô

  3. Maria de Lourd Boldrini

    Bom dia!!!!!!! Amo suas dicas e seus trabalhos!!!! Tenho vontade de fazer tudo que você posta. Rsrsrsrs. Só que as vezes não dá. As dicas são ótimas, para acabamento, fechamento de peças, etc. Obrigada e um abraço. Maria de Lourd.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Recentes