Mão segurando agulhas

Olá, nós somos a EAM!

A Escola de Artes Manuais é para todo mundo. 

É para você que faz crochê, tricô ou bordado. É para quem nunca pegou em uma agulha antes, mas tem vontade. É para você que nunca ouviu falar nessas artes todas.   

Seja qual for a sua idade, sexo, profissão. Seja qual for a sua história, a Escola de Artes Manuais é para você.   

Hoje, vamos te contar quem somos nós e porque queremos você com a gente! 

O nosso propósito, o que nós buscamos 

A EAM nasceu para inspirar e conscientizar sobre o valor do faça você mesmo, com aulas educacionais, criativas, divertidas e de fácil entendimento.  

Desenvolvida para promover a capacitação, unir a comunidade têxtil, defender o trabalho manual e trazer de volta a criatividade para o dia a dia.  

Apreciamos os valores únicos das artes têxteis e queremos expandir as oportunidades para novos profissionais se envolverem nesse estilo de vida com expressões contínuas de design, arte e cultura.

croche crochetando

A nossa missão é o nosso compromisso  

Ensinar trabalhos manuais de forma simples, divertida e criativa, através de cursos online de qualidade para que mais pessoas tenham acesso a todos os benefícios e transformações que essas técnicas trazem. 

Nossas intenções, em manifesto 

Vivemos uma vida agitada, uma correria danada com a sensação de não ter tempo. Nesse ritmo, a vida passa e a gente nem vê…   

Temos que desacelerar para tecer a teia da nossa existência e realizar sonhos com nossas próprias mãos.  

A Escola de Artes Manuais segue nesse ritmo, fazendo revoluções transformadoras, conscientes e criativas, para diminuir o ritmo frenético e encontrar a inspiração para renovar o ânimo para organizar o futuro.  

Escolha o fio da vida e sem pressa, de ponto em ponto, com calma, paciência, conquistas, erros e acertos, você vai chegar na hora do arremate com o sorriso impagável e orgulhoso do “EU QUE FIZ”. 

agulhas de croche

Nossa fundadora 

Anne Galante é o nome por trás de tudo isso… Mas não precisamos falar por ela, não é mesmo? 

Então fica aqui um trechinho sobre a paixão dela por essa arte milenar e porque essa busca por disseminar conhecimentos:

Olá, eu sou a Anne Galante.  

Crocheteira, tricoteira e co-fundadora do ateliê Srta. Galante e há 21 anos apaixonada por crochê e tricô 😉  

Meu sonho é não deixar essas técnicas morrerem e mostrar os benefícios e transformações que o crochê gera na vida das pessoas.

Durante os 21 anos que faço técnicas artesanais, a minha vida se transformou, ao dar meu primeiro curso, descobri que minha missão era resgatar essas técnicas para uma esfera mais ampla.

Pensando nisso, criei um método fácil e divertido para ensinar mais pessoas, mesmo sem conhecimento prévio, para você entrar nesse universo do fazer manual.  

Nadando contra a massificação das indústrias e também pensando na sustentabilidade do mundo, creio que essas técnicas ajudam a equilibrar os excessos do dia a dia, das coisas que já estão prontas, da roupa da moda, da tecnologia, de tudo absolutamente industrializado, do excesso de informação, de redes sociais…  

O fazer manual é um jeito de colocar para fora todos os nossos desejos, se libertar, desenvolver um estilo único, deixar a insegurança de lado, colocar a mão na massa, e entender que tudo tem o seu tempo.

Essas são técnicas sem preconceitos, que todos podem e devem aprender, independente de idade, sexo ou gênero. 

anne galante
Anne Galante escola de artes manuais

Hobby, terapia ou profissão? CROCHÊ É ESTILO DE VIDA! 

Pra mim, é muito gratificante poder compartilhar com vocês TUDO que venho aprendendo ao longo desses 21 anos e fico realmente muito feliz em ver tanta gente interessada nesta arte e estilo de vida que é o tricô e o crochê.

E eu não quero lhe ensinar só receitas prontas de como fazer uma peça, eu quero levar você para um próximo nível, te ensinando a minha filosofia, como desenvolvo meus conceitos, como crio as minhas peças.

Quero que você enxergue um mundo paralelo através das minhas agulhas. 

Algumas dicas especiais para quem está começando:    Queremos que você transforme a sua vida com as próprias mãos! E, por isso, separamos algumas dicas:  
  1. Tenha paciência consigo, seja determinada(o). Você não nasceu andando, então não espere que seu ponto vai ser perfeito na primeira tentativa; 
  2. Não gostou? Tente outra vez; 
  3. Pratique; 
  4. Tente de novo; 
  5. Insista e não desista!
O fazer manual é um jeito de colocar para fora todos os nossos desejos, desenvolver um estilo único, deixar a insegurança de lado, colocar a mão na massa e entender que tudo tem seu tempo. Essas são técnicas sem preconceito, que todos podem e devem aprender, qualquer pessoa, independentemente da idade, sexo e gênero.   Nós temos certeza de que vai valer muito a pena a sua jornada dentro desse mundo de fios e agulhas. No começo pode parecer difícil, mas logo você pega o jeito e conseguirá fazer de tudo, apenas com as suas mãos. Não tem preço e não tem limites para o mundo de possibilidades e criações que te aguarda.    E conte conosco ao longo dessa jornada, afinal, é para isso que existimos, e nós a-m-a-m-o-s fazer parte de cada transformação dos nossos alunos e expectadores.    Seja muito bem-vinda(o) ao infinito universo do saber manual ♥️   Você pode nos encontrar nessas outras plataformas aqui também, assim não perde nada que está rolando:  estamos no Instagram, no Facebook e no Youtube.  Grande beijo e até semana que vem!   

Divulgue esse Artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

22 comentários em “Olá, nós somos a EAM!”

  1. Elenice máximo Galassi

    Estou curtindo muito o curso de cestaria e todos os vídeos do YouTube. Sou artista plástica, meio autodidata. Sempre gostei das artes manuais principalmente as criações com linhas. Fazer o curso tem me possibilita do acessar de forma intensa meu processo criativo misturando formas, técnicas e materiais. Estou amando tudo isso!!!

    1. Escola de Artes Manuais

      Ficamos muito felizes em saber disso, Elenice! O “fazer manual” é realmente incrível, né?!

      Continue criando! ❤️

  2. Josilene Gomes

    Gostaria muito de aprender, são peças tão maravilhosas, mas eu acho difício, e estou sem condições financeiras no momento.Obrigada.

  3. Andreia Quaresma

    Anne não sei dizer como chegou até mim um aviso sobre sua Semana do Crochê durante a quarentena, realmente não consigo lembrar… somente sei dizer que veio por um caminho divino e encantador. Porque foi isso que senti no momento que vi o anuncio. Imediatamente vcs entraram em minha vida, tornaram-se minha esperança! Trabalho com algo que não me traz agora qualquer retorno gratificante, nenhum reconhecimento real e quem vive somente trabalhar por dinheiro? Eu não! Minha vida nunca foi pautada nisto. Farei 50 anos em agosto e sabe quando depois de criar sua filha, vc pensa: mas e eu? O que eu gosto de fazer e sei fazer bem ? Foi isso que Haroldo Dutra questionou em uma de suas Lives, e foi isso que abriu um buraco negro na minha cabeça… Eu não lembrava mais o que eu gosto e faço bem! Não consegui lembrar de nada!!! Eu percebi que havia passado os últimos 22 anos de minha vida, vivendo para outras vidas e havia esquecido o que EU gosto e faço bem, o que me dá prazer! De repente veio sua semana… e eu lembrei que amava trabalhos manuais, que desde pequena eu fazia artesanato, que eu gostava de desenhar, que fiz um pouco de várias coisas: tricô, tapeçaria, etc mas que a vida profissional me afastou totalmente de tudo isso. Virei uma Administradora e acabei não administrando minhas paixões. Sei que comprei seu curso como alguém compra um bilhete premiado. Sei que depende de mim! Mas sei que sua energia, seu altruísmo, a beleza de seu trabalho e tudo que está inserido nesse contexto, me trouxe novamente para mim mesma. Eu ainda não comecei a aprender crochê porque meu material não chegou, mas minha alma já se encheu de uma esperança que vale a pena por si só. Muito obrigada Anne! Muito obrigada Equipe da Anne! Que Deus os abençoe e multiplique no mundo pessoas encantadoras e inspiradoras, assim como vcs! Que eu seja firme e persistente, porque sei que nada é fácil mas pelo menos agora eu sei o que desejo realizar por mim! Mil bjsssss

  4. Bom dia a todos!
    Sou uma curiosa em Crochê, Recentemente fiz o curso de Cachepo e amei.
    Obrigada por disponibilizar acesso a todos com seu curso.

    1. Escola de Artes Manuais

      Oi, Maria Helena!

      Compartilhe o seu trabalho na nossa comunidade exclusiva do Facebook, amamos ver a evolução de vocês! ❤️

  5. Sandra Helena de Azevedo

    Sou do Rio de Janeiro, sou uma jovem de 60 anos e aprendi crochê e trico há muitos anos mas nunca pratiquei ou fiz qualquer peça. Há 1 ano saí da Zona Sul do Rio e vim morar em Maricá por opção. Passei por um período muito difícil financeira e emocionalmente e aqui encontrei paz e emprego. Na mudança, encontrei umas linhas e agulhas guardadas e a vontade de crochetar veio no mesmo momento e com a pandemia, encontrei algo que me da prazer. Começei a treinar os pontos e com isso criei a minha primeira peça, nem lembro a receita. Eu não queria nada muito tradicional. Na busca de videos, encontrei o da Anne e me identifiquei muito. Assisti a semana do crochê e me matriculei no curso de Desing do Crochê. Estou muito contente com as aulas e louca para criar muitas coisas e poder vendê-las mesmo querendo ficar com todas.

    1. Escola de Artes Manuais

      Que linda a sua história, Sandra! Ficamos muito felizes por saber que te ajudamos de alguma forma! ❤️

      Seja muito bem-vinda ao nosso mundo do crochê. Esperamos que seja uma experiência incrível!!

  6. CRISTINA ANDRADE BORGES

    Estou apaixonada pelo curso Desing do crochê, amo a técnica e o amor com que a Anne nos ensina e motiva. Tenho 53 anos e desde criança amo trabalhos manuais, mas nunca investi nesse universo, pois sempre tive mil e uma ocupação, principalmente o cuidado e criação das filhas (tenho 2), além de trabalhar fora. Agora na pandemia vi a semana do crochê da Anne e resolvi me inscrever, fiquei tão encantada que comprei o curso e estou fascinada com os passos que tenho dado. No momento estou construindo meu caderno de receitas, mas espero logo confeccionar uma peça e postar lá na comunidade do facebook. Obrigada Anne Galante, você me mostrou uma nova forma de enxergar esse novo anormal, através da arte do crochê. Bjs

  7. Dulcineia de P. Marcolin Felipe

    Anne, como todos os relatos acima, conhecer você, seu trabalho, sua dedicação às artes manuais, sem duvidas, é uma benção. Tive contato, ainda criança, com o mundo das artes manuais, crochê com minha querida avó, bordado e costura com minha primorosa mãe, e desde aquela época a palavra “ARTESÔ me causa uma sensação indescritível de felicidade . Eu gostaria de ter sido artesã, mas, como outras pessoas, comigo não foi diferente. A vida profissional me levou para bem longe das artes manuais, e, isso criou uma lacuna na minha vida. Os filhos cresceram, se foram cada um a cuidar da sua vida, aposentei-me e…..faltava algo. Tentei fazer várias coisas: costura, patchwork, pintura em madeira, mas não me preencheram. Foi aí que, no ano passado, procurando o que fazer na internet, conheci você e seu trabalho e me surpreendi muito ao ver uma jovem tão apaixonada por essa arte. Fique e continuo encantada! Participei de alguns cursos seus, gostei muito. Tive a grata oportunidade de participar do seu projeto Laços Unidos este ano, apesar da pandemia (e continuarei participando). Enfim, só tenho a te agradecer por tão linda iniciativa, ensinar já é uma arte e você faz isso magnificamente. Muito obrigada. Parabéns! Sou sua fã.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Recentes