Ocupação Ray Ban (2019)

Descubra o valor do crochê autoral

Somos apaixonados pela autenticidade, pelo crochê que conta história! Por isso, a estrela da vez é o crochê autoral! 

Sabemos que o fazer manual nos acompanha desde tempos imemoriais e faz parte da nossa cultura, da nossa humanidade. Lá no comecinho, as peças de crochê eram utilitárias e cumpriam alguma função muito importante para o dia a dia das pessoas, como aquecer, organizar, proteger…  

Mas, hoje, a técnica se atualizou, se modernizou e extrapolou as barreiras da utilidade cotidiana, alcançando o campo artístico. Hoje, o crochê autoral é uma forma de expressão e um estilo de vida! 

Vamos mergulhar nesse universo e aprender mais sobre as infinitas possibilidades das artes manuais? Vem com a gente! 

Autoral? Que palavra é essa? 

O termo autoral pode ser usado para descrever uma obra original, mas o conceito que nós queremos trazer para você hoje é mais profundo do que isso. 

Um trabalho autoral pode ser pensado como a expressão de uma visão de mundo ou estilo de vida. Para isso, as pessoas podem utilizar diferentes suportes: a fotografia, a literatura, a pintura, a escultura, a música e… o crochê! 

As obras de arte são uma forma de expressar sentimentos, conceitos, ideologias. A arte conta uma história sobre o seu autor, sobre a humanidade, sobre a vida. Mas a arte também pode ser uma grande indagação sobre as questões que são importantes para quem a produz. 

Enfim, esse é um conceito muito profundo que pode ser explorado de diferentes maneiras. O nosso objetivo aqui é trazer uma nova perspectiva sobre o crochê e mostrar que é possível pensar e fazer crochê como uma forma de manifestação artística. 

Crochê é arte! 

Antes de falarmos sobre como você pode trazer um ar autoral às suas produções em crochê, que tal darmos um passeio por esse universo e conhecer trabalhos incríveis? 

Agata Oleksiak 

Conheça Agata Oleksiak, uma artista polonesa que dedica sua vida ao crochê. Ela trabalha produzindo intervenções urbanas, esculturas, performances, instalações e outros suportes centrados no crochê.  

As produções dela são vibrantes, cheias de cores e muito inusitadas… Até uma casa de 100 anos ela já cobriu de crochê! 

Apesar de não participar oficialmente, as obras da Agata lembram muito o Yarn Bombing, né? Nós temos um artigo beeem completo sobre esse tema aqui no blog, clique e confira! 

Toshiko Horiuchi 

Toshiko Horiuchi é uma artista têxtil japonesa conhecida por seu trabalho com estruturas de crochê em grande escala – para não dizer enorme –, especialmente os parques infantis com estruturas de rede coloridíssimas. 

As instalações criadas por Toshiko são realmente impressionantes e são um verdadeiro convite à brincadeira, à criatividade e ao movimento. 

Com um profundo e extenso conhecimento sobre as estruturas têxteis, esta artista se dedica inteiramente a projetos ligados à arquitetura e às intervenções nesses espaços. Realmente surpreendente! 

Anne Galante 

É claro que nós não poderíamos deixar de citar a nossa queridíssima artista Anne Galante, conhecida por suas intervenções urbanas e instalações gigantescas! 

As obras de Anne Galante incluem o revestimento de estruturas arquitetônicas em crochê, incluindo um prédio inteirinho! Além disso, ela já produziu diversas obras interativas de tricô gigante e supercolorido! 

Saiba mais sobre as produções artísticas da Anne clicando aqui. 

Nuances do crochê autoral 

Uau! Que mulheres e obras inspiradoras não é mesmo?! 

É claro que um dia você também pode acabar se tornando um grande nome do crochê autoral como elas, com o devido trabalho e empenho! 

Mas a mensagem do artigo de hoje é mais simples do que isso… O crochê autoral tem diversas nuances e poderíamos dizer que os exemplos que vimos até agora são o extremo desse tipo de crochê. 

Ou seja, você pode produzir um crochê autoral com o nível de técnica e conhecimento que você possui hoje, sabia? É sobre isso que vamos falar agora! 

Se você já criou uma peça literalmente do zero, sem copiar nenhuma receita ou tutorial, você já tem uma obra autoral! Criar algo único, realmente criado e pensado por você é maravilhoso. Pode ser um exercício bastante desafiador no começo, mas deixando a criatividade fluir, qualquer pessoa pode criar uma peça original. 

E não precisa ser nada excêntrico, nem de dimensões quilométricas… Basta que você use o crochê para se expressar e voilà! Para crochetar de forma autoral, você deve conhecer bem os fundamentos, reunir suas referências e inspirações e ativar suas agulhas. 

E aí, ficou animada ou animado para começar sua primeira obra de crochê autoral? 

Temos certeza de que vai ser uma experiência desafiadora e muito enriquecedora para você, artesã(o)! 

Se você aceitar o desafio, que tal publicar seu trabalho e marcar a gente (@escoladeartesmanuais)? Vamos adorar ver as suas criações! 

Um beijo e #agulhasativar! 

Divulgue esse Artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Recentes